Quais modelos Mercedes têm um baixo custo de manutenção?

O proprietário médio da Mercedes paga cerca de $1000 por ano por manutenção e reparos. Alguns modelos como o classe S podem custar mais de US$1.500 ou até US$2.500 por ano para manutenção, e os carros super esportivos como o GT podem ir ainda mais alto que isso.

De acordo com relatórios de consumidores, o modelo Mercedes de menor custo é o novo hatchback classe A, que custa apenas cerca de US$ 400 por ano em custos de manutenção. O modelo básico C200 é o modelo sedan mais barato para manutenção e o SUV GLC é o SUV da Mercedes mais confiável.

É difícil dizer qual modelo Mercedes é o menos caro para manter, já que muitas variáveis diferentes podem deslocar os custos.

Manutenção mínima dos sedans Mercedes

O Mercedes C200 2020 é considerado um modelo Mercedes decentemente confiável, e também um carro razoavelmente acessível para manter quando comparado com outros modelos Mercedes. Naturalmente, os números aqui são mais altos do que a sua marca de carro típica japonesa, mas o C200 ainda é mais barato de manter do que a maioria de sua concorrência de luxo alemã.

Por exemplo, uma simples troca de óleo por um C200 custará cerca de US$ 150 (peças e mão-de-obra incluídas), enquanto uma troca de óleo por uma classe S facilmente vai acima de US$ 300. Além disso, um serviço completo para uma classe C custa em torno de US$ 500, mas um serviço completo para uma classe S lhe custará cerca de US$ 1.400.

A popular Mercedes E-class é o sedan de luxo de médio porte, e os custos de manutenção da classe E também podem ser bastante caros. Por exemplo, um Mercedes E300 2017 custa em média cerca de US$1.600 por ano nos primeiros 5 anos de propriedade, e os custos do petróleo estão em torno de US$200, dependendo do revendedor e do óleo.

  A Mercedes pode ser atendida em qualquer lugar?

Manutenção mais barata dos hatchbacks da Mercedes

O hatchback mais barato da Mercedes para manter é o de classe A, pois custa cerca de US$ 400 por ano em custos de manutenção. O objetivo da Mercedes é ampliar a base de clientes da classe A, porque os modelos mais antigos não eram tão atraentes ou baratos para operar. A nova classe A é muito mais acessível para manutenção.

A troca do óleo da classe A custa em torno de $140-$150 (peças e mão-de-obra incluídas). Um serviço completo na classe A poderia custar cerca de US$ 210 a mais de US$ 315, o que é um resultado de custo respeitável considerando o crachá adiantado.

SUVs Mercedes de manutenção mais baixa

No que diz respeito aos utilitários esportivos, um Mercedes GLK250 usado é o melhor estrondo para seu dólar em praticamente todos os aspectos. O GLK250 custa cerca de US$850 por ano em manutenção, enquanto um G500 pode lhe custar mais de US$2000.

Além disso, o GLK também é considerado um campeão de confiabilidade, portanto, as chances de pagar por algumas avarias imprevistas também não são tão prováveis em comparação com uma classe G. O novo GLC é basicamente a nova versão do GLK. O GLC não oferece a mesma acessibilidade que o GLK, mas os custos de manutenção anual estão em torno de $1000.

As variáveis que afetam os custos de manutenção anual

Os números aqui apresentados são o resultado de muitos relatórios de consumidores em todo o mundo, por isso são decentemente confiáveis. Entretanto, os custos de manutenção de um carro específico podem variar muito em comparação com estes números.

  Confiabilidade do Cadillac VS Mercedes

Por exemplo, um 2017 E300 pode custar até $3000 no primeiro ano de propriedade se você não tirar proveito de nenhum programa de serviço e manutenção. Mas no quarto ano, os custos podem ser inferiores a US$ 800, e a média de custos de 5 anos fica em torno de US$ 1.600.
Variáveis como idade, quilometragem, a forma como o carro foi conduzido ou mantido também podem afetar muito os custos. Além disso, um carro com muito equipamento opcional provavelmente custará muito mais para manter do que o mesmo modelo sem o equipamento, pois há menos coisas para dar errado.

Além disso, a tributação para compras de carros novos, serviços ou peças varia entre muitos locais. Variáveis como estas podem mudar muito os custos de uma forma ou de outra. As condições climáticas, combustível, altitude, tudo isso pode aumentar ou diminuir as contas.

Manutenção de um Mercedes em comparação com outras marcas

Quanto custa consertar um Mercedes em comparação com um BMW ou um Audi?

Os custos de manutenção são uma parte importante para decidir qual carro novo você deve ter, mas uma consideração ainda mais importante são os custos associados a um modelo, ou a uma marca, se o carro quebrar, e vamos encarar isso, todos os carros quebram eventualmente.

Estas três marcas alemãs são consideradas marcas premium no segmento de luxo, mas não oferecem a confiabilidade necessária para sustentá-lo quando comparado com marcas japonesas mais baratas.
Entre estas três, a Audi é a mais cara de consertar com uma cotação média de cerca de $254. A BMW é ligeiramente melhor com uma cotação média de cerca de $178, e a Mercedes é a mais barata de consertar em cerca de $140.

  Qual é a diferença entre as classes Mercedes?

A manutenção da Toyota ou de outras marcas japonesas é mais barata do que a de um Mercedes?

Sim, eles são. A Toyota custa em média cerca de US$ 600 por ano, mas os números podem ser ainda mais baixos do que isso. É claro que esta comparação não é tão significativa porque um Toyota nunca poderia igualar um Mercedes em nenhum outro segmento além da acessibilidade e confiabilidade.

Entretanto, a Lexus é uma marca de luxo de propriedade da Toyota, e muitos acreditam que a maioria dos Lexuses pode enfrentar os modelos modernos da Mercedes em muitos aspectos diferentes, oferecendo ao mesmo tempo custos de manutenção muito superiores.

Uma troca de óleo em um Lexus custa regularmente menos de US$ 120 e os custos anuais de manutenção de um Lexus são de cerca de US$ 600, o que torna o Lexus muito mais acessível para manutenção do que o Mercedes.

Há alguma forma de diminuir os custos de manutenção do meu novo Mercedes?

Sim, há. Você sempre pode optar por um pacote de manutenção e serviço proposto pelo revendedor ou tentar encontrar uma loja independente que possa lhe oferecer um melhor negócio. É sempre aconselhável passar por um revendedor porque é muito mais fácil vender o carro depois.

Há muitas maneiras de diminuir o desgaste de muitas peças em seu carro. Algumas maneiras de fazer isso são uma maneira mais relaxada de dirigir, desacelerações e acelerações mais suaves, mantendo as entradas limpas e retirando o carro regularmente.

James May

A grande paixão de James são os carros. Ele tem publicado conteúdo na Carros Luxuosos A2Z desde o seu início, na primavera de 2021.

Recent Posts