Qual é a vida útil de um carro híbrido?


É difícil dizer quanto tempo qualquer carro pode durar, mas se olharmos para alguns aspectos críticos dos carros híbridos que tendem a falhar eventualmente, podemos chegar a uma estimativa razoável. O primeiro e mais crucial aspecto da longevidade de um carro híbrido é a bateria.

Enquanto a maioria dos fabricantes tende a cobrir suas baterias por mais de 160 km, as baterias podem durar muito mais. No entanto, a diferença aqui é que elas tendem a se degradar mais rapidamente após 100-150k milhas. Mesmo assim, a bateria será utilizável, mas a capacidade máxima da bateria será seriamente comprometida.

Muitas coisas diferentes afetam o tempo que uma bateria pode durar. A quilometragem é a mais óbvia, mas o tempo, o carregamento adequado, a idade, a intensidade de uso e a manutenção também desempenham um papel importante. Se você seguir todas as regras estabelecidas pelo fabricante, você deverá ser capaz de maximizar a bateria.

Alguns estudos demonstraram que a Toyota fabrica os híbridos mais confiáveis do mercado, e estes são os que normalmente duram mais tempo. Seja como for, depende de quão bem um carro específico tenha sido tratado.

Noções básicas de longevidade da bateria híbrida

Como dito anteriormente, as baterias híbridas devem durar pelo menos 100k milhas antes de começarem a se degradar, mas a maioria das baterias faz muito melhor do que isso. A maioria dos híbridos hoje em dia são alimentados por baterias de lítio-íon e lítio-polímero que oferecem relações de potência superior ao peso.

Elas são incrivelmente densas e oferecem muitos ciclos de carga. A energia total da bateria de um carro híbrido/EV é medida em kWh, e a maioria dos híbridos hoje em dia oferecem entre 10-70ish kWh, enquanto carros elétricos como o Rimac Nevera oferecem até 120 kWh, que é a bateria mais alta de kWh em qualquer carro até hoje.

Estas baterias são usadas para alimentar o carro, e um estado completo de carga deve dar-lhe entre 10-150 milhas em média. Para que a bateria dure muito tempo, você deve seguir todas as manutenções regulares e também deve fazer o que os fabricantes lhe dizem para fazer.

Uma bateria não pode durar para sempre, e a maioria das fontes confiáveis estima que uma bateria híbrida regular deve ser boa para cerca de 1000-2000 ciclos de carga. É sempre uma boa idéia manter a bateria entre 20-80% da carga, mesmo quando se estaciona o carro por períodos prolongados.

Maximizar a longevidade da bateria

A idade é importante e, em alguns casos, você deve substituir sua bateria em tão pouco tempo quanto cinco anos. Isto é principalmente se você dirige seu carro em longas viagens diárias, mas se você o dirige em particular pela cidade, e segue todas as instruções de carga, a bateria deve durar muito mais.

Entretanto, mesmo que a idade seja importante, a quilometragem é ainda mais importante. Como você tem que recarregar sua bateria com mais freqüência, isso significa que você está consumindo uma quantidade estimada de ciclos de recarga da bateria. Portanto, se você fizer um alcance máximo todos os dias, você está olhando para mais de 300 ciclos de recarga por ano.

Outro aspecto importante da longevidade da bateria é também o equilíbrio de cada célula de bateria. Para que a bateria dure mais tempo, cada célula de bateria deve ser equilibrada com as células mais próximas umas das outras. Caso contrário, as células se quebrarão mais cedo, o que diminuirá significativamente a longevidade da bateria.

O tempo também desempenha um papel enorme quando se trata de longevidade da bateria, pois condições climáticas extremas podem afetar negativamente a bateria. Mesmo que você possa aquecer o motor de combustão mais cedo, a bateria leva mais tempo para esquentar.

O carregamento adequado é essencial

Há várias maneiras de carregar uma bateria híbrida. Pode-se usar uma tomada doméstica normal que deve carregar o carro em até 8 horas ou mais, dependendo do tamanho da bateria. Entretanto, a tecnologia atual de carregamento é muito mais avançada, e um carregador rápido de nível 3 é o mais avançado.

Um carregador rápido de nível 3 pode carregar uma bateria em apenas 30-40 minutos, mas estes carregam a longevidade da bateria. Mesmo que a maioria dos carros esteja equipada com sistemas avançados de gerenciamento de carga de bateria, eles não são capazes de condicionar completamente a bateria.

Um carregador rápido funciona de forma mais agressiva bombeando mais eletricidade para a bateria, o que acaba em uma degradação mais rápida da bateria. Para carregar responsavelmente, você só deve carregar o carro quando necessário, isto significa que não há necessidade de carregar o carro se ele já tiver um estado de carga decente.

Seção FAQ

O que mais afeta a vida de um carro híbrido?

Mesmo que a bateria seja o aspecto mais importante da longevidade de um carro híbrido, outros fatores também desempenham um papel maciço no prolongamento da vida útil de um híbrido. Como tal, o desgaste geral é sempre importante com qualquer tipo de item, portanto, a manutenção do carro e sua manutenção é uma necessidade.

Basta manter seu carro arrumado o tempo todo, e você deve tirar o máximo proveito dele. Os intervalos regulares de manutenção devem ser respeitados, o mesmo vale para os pneus e tipos de combustível recomendados. Tente manter o interior e o exterior do carro, e tome cuidado com a ferrugem.

Existe alguma próxima geração de baterias híbridas no horizonte?

As baterias de íons de lítio são avançadas, mas o futuro da tecnologia de baterias não é o de íons de lítio. As tecnologias de baterias de silício de lítio e de estado sólido são o verdadeiro futuro das baterias EV/híbridas. Estas baterias devem melhorar o desempenho, durar mais tempo, ser mais baratas e conter mais energia.

Muitos dos principais fabricantes como BWM, Daimler, VAG já investiram uma grande quantidade de dinheiro nestas tecnologias.

O que acontece com as antigas baterias EV e Híbridas?

O melhor cenário possível seria reciclar as baterias, e quase 98% de todos os componentes das baterias de chumbo-ácido podem ser reciclados em cabos, detergentes, postes-guia rodoviários, etc. Entretanto, com as baterias de íons de lítio, não é tudo tão positivo.

As baterias de íons de lítio são compostas de materiais perigosos que têm uma quantidade limitada de uso. Além disso, se estas forem desmontadas incorretamente, elas podem até explodir. 5-10% é uma estimativa justa de quantas baterias híbridas de íon-lítio estão sendo recicladas no momento.

James May

James escreve em inglês no site LuxuryCarsA2z.com e depois é traduzido para CarrosLuxuososA2Z.com

Recent Posts